Ipea avalia efeito da Emenda 32 sobre o uso de MPs

Comunicado do Ipea será divulgado nesta quarta-feira, 3, às 14h30, em Brasília, com transmissão ao vivo

O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) divulga nesta quarta-feira, 3, o Comunicado do Ipea nº 103 Avaliação do impacto da Emenda 32 sobre a edição de medidas provisórias. O estudo será apresentado pelo técnico de planejamento e pesquisa do Ipea Acir Almeida, às 14h30, durante coletiva pública no auditório do Instituto, em Brasília (SBS, Qd. 1, Lt. J, Edifício Bndes/Ipea, auditório do subsolo). O evento será transmitido ao vivo no Portal Ipea

O Comunicado avalia os impactos da Emenda Constitucional 32 sobre o número de medidas provisórias (MPs) editadas pelo poder executivo federal.  Aprovada em 2001, a Emenda 32 alterou o processo legislativo e as regras de criação das MPs, com o objetivo de diminuir o uso desse instrumento.

Entre outras mudanças, a nova lei proibiu a reedição ilimitada das MPs e definiu que, após perderem a validade, elas trancariam a pauta do Congresso enquanto não fossem votadas. O estudo feito pelo Ipea busca identificar outros fatores que podem influenciar a edição de medidas provisória e, a partir daí, analisar se a emenda constitucional atingiu seu objetivo inicial.

Fonte: Ipea

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: